O enxoval de inverno, ou quando um bebê está para chegar no friozinho

Estou grávida do meu segundo filho. Obviamente isso me tira da cabeça várias dúvidas que eu tinha quando ainda ia ser mãe de primeira viagem. Meu primeiro filho tem 15 meses hoje e o meu segundo menino deve nascer em maio, eles vão ter um ano e meio de diferença.

O bom é que já tenho tudo, do bercinho dos primeiros meses até ao bebê conforto. Do meu primeiro filho também tenho todas as roupinhas do enxoval e dos primeiros meses dele. Mas tem uma grande diferença, o meu primogênito nasceu em novembro, em São Paulo, no início do calor do verão, já esse segundo é previsto para maio, no frio do inverno paulista... Realmente, preciso completar o que já tenho com peças adaptadas a essa estação! Por isso resolvi descrever aqui o que é um enxoval de inverno perfeito para o seu bebê que vai nascer <3

  1. As temperaturas a considerar para o inverno brasileiro
  2. Como montar o enxoval para seu recém-nascido de inverno, do nascimento até os 6 meses?
  3. O material das roupinhas de seu bebê:
  4. As peças indispensáveis para o enxoval do seu bebê no inverno
  5. O cuidado na lavagem das peças e acessórios do enxoval de seu bebê:
  6. O que você pode fazer para melhorar o conforto do seu bebê no inverno
  7. Conclusão: pronta e serena para receber meu passarinho de inverno <3

 

 

As temperaturas a considerar para o inverno brasileiro

Ao contrário da foto acima, não vai acontecer do seu filho nascer em um dia de neve no Brasil (ou realmente podemos considerar que além da Pandemia, o mundo definitivamente está louco). Mas todos os pais de bebês que nascem no inverno têm um pavor do recém nascido passar frio, depois de 9 meses na barriga a 37 graus! Isso as vezes nos leva a nos comportar de forma excessiva, como você pode ver nessa foto muito fofa do filho de uma amiga na saída de maternidade! Mas é bom pensar que sim, em boa parte do brasil, a estação de inverno é mais fria e necessita de cuidados específicos e adaptados para os recém-nascidos.

 

 

Vou usar aqui o exemplo de São Paulo, porque acho relevante já que a cidade pode passar por várias “estações” e climas no mesmo dia, e ilustra a diversidade de peças que você precisa para se adaptar a temperaturas mais fria.

Frequentemente as pessoas se surpreendem quando descobrem que sim, mesmo sendo francesa, passo frio no Brasil! Aqui o isolamento térmico é péssimo e quando faz 13 graus lá fora, faz apenas 15°C dentro.... e abaixo de 19 graus, e com um nível de umidade que regularmente supera 75%, passo muito frio sim.

A temperatura mais fria que conheci aqui em São Paulo foi no início do mês de maio de 2016, em que chegou a fazer apenas 3°C de temperatura a noite, e é justamente para esse período que meu novo bebê está previsto!! Mas fora essa exceção geralmente considero que dentro das casas e apartamentos brasileiros, com isolamento térmico ruim, raramente chega a fazer menos de 15°C a noite, o que já é frio!

Como montar o enxoval para seu recém-nascido de inverno, do nascimento até os 6 meses?

Aqui vou apenas considerar os primeiros 6 meses da criança, já que esse período é bem padrão e específico para o seu bebê, antes de engatinhar e sobretudo geralmente antes de começar a introdução alimentar! A minha experiência de mãe é que bebê de até 6 meses não usam tantas roupas, pelo menos meu primeiro filho não usava quase nada de roupa! Ele não tinha refluxo, e não tinha fraldas vazando (mesmo usando fraldas ecológicas desde a volta da maternidade <3). Ele quase sempre usava apenas um body por dia, as vezes a gente usava o mesmo body 2 dias seguidos, e nós trocávamos o pijama de noite apenas a cada 3 noites em média. Mas para os bebês de inverno será necessário acrescentar peças e camadas para adequar a roupa as diversas mudanças de temperatura.

 

 

Depois dos 6 meses, esse padrão mudou muito porque começou a fase (maravilhosa!) da introdução alimentar, e escolhemos o método BLW, em que a própria criança segura os pedaços de alimento com as mãos. É muito divertido, mas com ele você descobre o mundo da sujeira real das roupas, e se torna mais frequente ter que trocar o bebê completamente duas vezes por dia.

 

O material das roupinhas de seu bebê:

A importância das roupas e acessórios do seu recém-nascido ser de fibras naturais:

Como já mencionei em vários posts, o recém-nascido não regula a própria temperatura de forma madura (entenda mais detalhes nesse post). É muito importante usar roupas compostas apenas de fibras naturais, que aquecem o corpo e ao mesmo tempo deixam a pele do bebê respirar. No frio é importante deixar o bebê aquecido (o tronco sendo a parte que mais devemos considerar – e não as mãos ou pés). Mas o maior risco para os bebês do inverno, não é o frio, mas sim o aquecimento excessivo. Nosso medo de que eles passem frio nos faz acumular camadas de roupas, quando a recomendação é de acrescentar apenas uma camada a mais do que a gente usa. As fibras e têxteis sintéticos sufocam o corpo e levam a um aumento excessivo da temperatura do corpo do bebê. Lã, linho e sobretudo algodão são os mais recomendados para o enxoval de seu pequeno.

A questão da composição, a escolha do algodão pima orgânico:

Além da questão da regulação térmica, a pele dos bebês é mais frágil, sensível e permeável. Por isso é importante considerar os produtos e químicos que podem entrar em contato com ela. Assim como você se preocupa com os produtos cosméticos que você vai usar durante a gravidez e a amamentação, você deve prestar atenção a composição e elementos presentes nas roupas e acessórios em contato constante com a pele do bebê. O algodão orgânico é cultivado sem o uso intensivo de químicos do algodão convencional, e as fibras são hipoalergênicas. Na Timirim, usamos um algodão que além de ser orgânico é da variedade algodão Pima, que possui fibras de comprimento maior, permitindo um toque de uma maciez incomparável.

Evitar peças que usam muitos produtos químicos agressivos na fabricação. As certificações ajudam:

É bom também se preocupar com os processos de fabricação da roupa, já que os produtos usados para tingir ou estampar os tecidos podem ser bem agressivos e nocivos. Existem certificações que garantem que os produtos usados não vão agredir o meio ambiente e a pele do seu bebê! As coleções da Timirim usam produtos das certificações Oeko-Tex e GOTS (Global Organic Textil Standard). Nós garantimos o material mais puro e hipoalergênico, para tornar as roupas do seu bebê o melhor abraço depois do seu.

Fora das certificações, é interessante escolher marcas transparentes que contam esses detalhes e se comprometem na qualidade e no cuidado na produção das peças delas. Marcas como a Timirim com as quais você pode confiar e se sente segura também para perguntar!

 

 

As peças indispensáveis para o enxoval do seu bebê no inverno:

Vamos lá agora, o seu bebê está para nascer no inverno, do que ele precisa? Lembrando que apenas vou listar aqui os essenciais, os básicos, com o número de peças mínimo para compor um enxoval minimalista.

Para as primeiras semanas de vida:

Se quiser saber especificamente da mala maternidade, veja aqui o meu post sobre esse assunto.

- 3 bodys manga longa tamanho Recém-nascido (RN na Timirim, que corresponde para outras marcas ao tamanho 1 mês). Servem até 4 quilos e são ideais para as primeiras semanas de vida. No início da vida, não use mangas curtas, os bebês sempre precisam ser cobertos pelo menos de uma camada de tecido, para não esfriar. Recomendo o modelo Kimono que abre totalmente na frente, porque ele é mais fácil de vestir, já que não tem manipulação do corpo do bebê, e ele aquece melhor o tronco do recém-nascido com as duas camadas de tecido na barriga.

- 3 macacões pijamas completos com pezinho no tamanho RN recém-nascido. É sempre melhor optar pelos modelos que abrem totalmente na frente. Para bebês de até 3 meses, recomendo usar os modelos com botões de pressão porque eles permitem abrir as duas pernas e não ter que manipular muito o bebê no momento de trocar a fralda.

- 3 bodys kimono manga longa tamanho 0-3 meses (até 6 quilos)

- 2 macacões pijamas completos com pezinho de tamanho 0-3 meses.

- 3 calças bem amplas que não apertam a barriga.

- 2 pares de sapatinhos fofos e com lacinhos para segurar no pé do bebê, sem apertar demais. Não devem ser rígidos, mas sim de malha ou tricô.

- 2 toucas para recém-nascido: é essencial não deixar a cabeça do bebê esfriar. Os recém-nascidos regulam a temperatura graça a uma zona do pescoço que tem um metabolismo específico para esquentar a cabeça. Para as meninas, pense no conforto térmico da sua bebê antes de pensar na fofura do lacinho!

- 1 cardigan. Recomendo o nosso modelo de cardigan kimono porque ele é fácil de colocar e tem duas camadas de tecido na barriga.

- 2 casacos mais quentes; pode ser de lã, para aquecer ainda mais o bebê, pensando no momento de pôr o bebê no bebê conforto e sair da maternidade.

- 2 mantas de malha para cobrir o seu bebê nos seus braços e cobrir ele no pequeno bercinho da maternidade durante o dia.

- 1 manta de tricô, mais quente, mais pesada, para cobrir o seu bebê no bebê conforto quando sair do quarto e dentro do carro.

- 1 saco de dormir para temperatura média (no caso seria o nosso saco de dormir de verão) no menor tamanho. Veja aqui o porque é muito importante usar saco de dormir e não cobertores com o seu bebê, e veja também como vestir seu bebê a noite de acordo com a temperatura nesse post de blog.

- 2 sacos de dormir de inverno no menor tamanho.

Obs: Lembre-se que o quarto da maternidade nunca vai ser muito frio, geralmente fica mais quente do que o seu apartamento. Lembre também que é sempre melhor sobrepor camadas de tecidos para isolar o bebê do frio, do que por uma camada grossa de fibra sintética! Pode colocar um body embaixo de um pijama completo por exemplo.

É sempre melhor usar macacão pijama completo com pezinho a noite, para evitar que o bebê se descubra e passem correntes de ar, e também porque esses modelos não têm elásticos que apertam a barriga do bebê a noite, deixando-o mais confortável.

 

Nos primeiro três meses de vida:

Nesses primeiros meses, continue preferindo o modelo kimono, mais fácil de vestir, com duas camadas de tecido na barriga, e que não incomoda o bebê ou os pais com a manipulação da cabeça e do corpo do recém-nascido.

É sempre bom optar por pijamas e bodys que fecham no entre perna, em vez de conjuntos de camiseta com calça para evitar absolutamente que a barriga do bebê se descubra. O tronco é a parte mais sensível a variação de temperatura do corpo dos bebês, e nunca é bom deixar descoberta até uma idade mais avançada. No meu caso, comecei a usar camiseta depois de 6 meses, quando meu filho já se sentava muito bem, mas realmente usei com frequência depois do primeiro ano, quando ele já andava bem.

Aqui a lista das roupas para os três primeiros meses numa época de frio (eu considero que você já tem a lista de peças mencionadas acima para as primeiras semanas):

- 1 saco de dormir de inverno tamanho 0-6 meses a mais (3 no total)

- 1 saco de dormir de verão tamanho 0-6 meses para noites com temperatura mais amena (são 2 no total)

- Mais 3 bodys manga longa tamanho 0-3 meses (São 6 no total). Para essa idade ainda não recomendo o uso de body manga curta se a estação realmente não for quente.

- 3 macacões pijamas completos com pezinhos 0-3 meses (5 macacões pijamas no total), nessa idade, eu ainda prefiro os modelos com botões que permitem abrir totalmente as duas pernas, o que facilita a troca de fralda e limita a manipulação do bebê.

- 2 calças 0-3 meses a mais. Continue optando por modelos como o nosso saruel, que fica amplo e não aperta a barriga do bebê.

- 1 cardigan kimono de malha 0-3 meses a mais (são 2 no total). É um bom intermediário para usar dentro de um ambiente friozinho, sem ser muito frio.

- 2 casacos mais quentes.

- 1 manta de tricô quentinha a mais, para passear na rua ou mesmo usar na cadeira de balanço do bebê quando ele ficar na sala.

- 3 pares de meia.

- 1 gorro e cachecol para quando tiver que passear de carrinho pela rua. Podem ser de tricô como o da foto abaixo.

- 1 par de luva para passeios pela rua.

De 3 até 6 meses de vida numa época de frio (para completar o que você já tem das listas acima):

- 4 bodys kimono manga longa 3-6 meses

- 3 bodys kimono manga curta 3-6 meses. Pode acontecer em qualquer estação no Brasil de termos dias mais quente, e agora que seu bebê cresceu ele pode usar bodys de manga curta! Eu ainda prefiro o modelo kimono que abre totalmente na frente nessa idade. Mas se quiser, o nosso body clássico também tem abertura nos ombros para facilitar no momento de vestir a criança e poder passar tanto pela cabeça, quanto pelo bumbum do bebê. De novo recomendo usar apenas bodys de algodão e preferir o algodão orgânico e pima.

- 3 macacões pijamas completo com pezinhos 3-6 meses. Nessa idade você pode continuar a usar os modelos com botões de pressão que têm abertura total nas duas pernas na parte da frente, ou preferir os modelos com zíper, que são mais rápido de fechar, mas são um pouco menos práticos no momento de trocar a fralda (especialmente no inverno se você colocou um casaco por cima, já que tem que abrir o zíper a partir do pescoço).

- 4 calças amplas e confortáveis que não apertam a barriga

- 1 saco de dormir de inverno tamanho 6-18 meses, no caso do seu bebê ser um bebê grande, acima da média e já passar para esse tamanho maior no quinto mês.

- 1 saco de dormir de verão tamanho 6-18 meses para noites com temperaturas mais amenas.

 

- 3 pares de meia (uma dica: se seu bebê tem a tendência de mexer muito as pernas dentro do macacão, você pode garantir que os pés ficarão no lugar certo usando meias por acima do pijama!)

- 2 casacos sem capuz. Os que abrem na frente são mais práticos, podem ser de tricô como esses, ou de moletom de algodão.

- Um casaco mais quente para sair, com capuz. Se o tempo for muito frio, prefira um macacão especial completo para usar acima das roupas.

- 3 babadores, nesse período seu bebê começa a trabalhar as gengivas!

 

O cuidado na lavagem das peças e acessórios do enxoval de seu bebê:

Lavar e cuidar das peças de seu enxoval é uma parte importante da preparação da chegada do bebê. Escrevi um post completo sobre as melhores práticas para a lavagem de roupas de recém-nascido, tanto de um ponto de vista da saúde deles, quanto para a durabilidade das peças.

Para resumir, o mais importante é sempre lavar as roupas do seu bebê antes de usá-las pela primeira vez, escolher um sabão sem químicos e sem perfume para não irritar a pele frágil de seu bebê, lavar as roupas de malha em sacolas de proteção e com temperatura que não ultrapasse 40 graus.

Super recomendo a gama de produtos da Positiv-A tanto para lavar roupa, quanto para limpar a casa! Apenas uso esses desde o nascimento do meu filho e vou continuar para sempre.

 

O que você pode fazer para melhorar o conforto do seu bebê no inverno: investir no isolamento térmico do quarto e num aquecedor adaptado

Isolação térmica das janelas muda tudo

Investir na isolação das nossas janelas dos quartos foi o melhor investimento de dinheiro de 2020! Essa isolação é composta de janelas herméticas que vem ser aplicadas acima das janelas existentes. No nosso caso foi essencial, já que moramos num apartamento de São Paulo onde as janelas são aquelas padrão: apenas tem um vidro e do outro lado é a parte metálica que vem fechar. No inverno tinha uma corrente de ar frio surreal. Essas novas janelas isoladas mudaram totalmente a temperatura do apartamento no inverno, ganhamos 3 a 4 graus a noite! Elas geralmente (pelo menos para nossas janelas) são bem padrão e a instalação é super rápida. A cereja no bolo: essas janelas acústicas são feitas originalmente para isolar do barulho da rua e o resultado é incrível!

Escolher o aquecedor certo para o seu bebê:

Mesmo com essas novas janelas, o primeiro inverno com o nosso bebê no apartamento continuou frio, e já que era o inverno 2020, passamos o inverno completamente trancados por causa da pandemia, e era importante conseguir uma temperatura agradável, tanto para o nosso filho quanto para a gente trabalhando de lá. Fizemos um estudo cuidadoso dos sistemas de aquecimento portátil existente, para escolher um que esquente sem queimar ao contato, sem risco de incêndio ou perigo para a criança. Escolhemos um modelo portátil de aquecedor de cerâmica que achamos muito bom. Durante o dia a gente o colocava na sala, no final da tarde, usávamos ele para esquentar o quarto do bebê, e quando ele ia dormir a gente desligava o aquecedor. Não é bom pulsar um ar seco e quente (igual ao ar-condicionado) a noite inteira no bebê. Como o quarto estava bem melhor isolado, com isso e as roupas adequadas (veja as roupas e saco de dormir adequados para cada temperatura aqui), foi perfeito!

 

Conclusão: pronta e serena para receber meu passarinho de inverno <3

Me sinto pronta e serena para ter agora esse segundo filho no inverno 😊, espero que eu te tenha ajudado com algumas dessas dicas! E para você que ainda não fez o enxoval e quer um acompanhamento personalizado, conheça as nossas ofertas exclusivas para enxovais e mala maternidade <3

Veja aqui a lista resumida do que você precisa, junto com minhas principais dicas, para você imprimir.

Abraço verde,

Ninon

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *