O nascimento da primeira coleção da Timirim, inspiração francesa, homenagem ao Brasil e paixão pelo J. Borges

Roupas de qualidade para bebê, aqui no Brasil.

Ninon e Julie com o primeiro Body abacaxis de algodao organico da Timirim - 2017
Ninon e Julie com o primeiro Body abacaxis de algodão orgânico da Timirim – 2017

Nossa vontade de desenvolver roupas de bebês veio do nosso encontro e da nossa constatação em 2016, que tinham poucas opções de qualidade, orgânicas e com design moderno para bebês e recém-nascidos. Eu Ninon, não tinha filhos, mas tinha uma trupe de sete sobrinhos e sobrinhas (agora são 10!) lá na França, e quando queria levar presentes para os bebês da família ou dos nossos amigos era sempre muito complicado achar produtos que me agradavam, acabava sempre comprando aqueles pares de havaianas de bebês, fofas mas ao mesmo tempo muito industrial e de plástico. Quando nos conhecemos no início de 2016, o filho da Julie tinha 8 meses, e ela também tinha enfrentado uma enorme dificuldade para encontrar roupas de qualidade, sustentáveis e com design moderno e colorido no Brasil, ela acabava trazendo tudo da França.

Julie com o filho Georges - timirim
Julie com o filho Georges – 2015 – Timirim

Ninon com um sobrinho - 2015 - Timirim
Ninon com um sobrinho – 2015 – Timirim

Somos ambas francesas e isso influenciou muito nosso desejo de criar a Timirim. Na Europa o algodão orgânico já virou a norma para roupas de bebês e recém-nascidos, enquanto aqui há alguns anos atrás era ainda difícil achar bodys 100% de algodão. E além da questão da qualidade do material, quando as roupinhas não eram azuis ou rosas, era mais fácil encontrar um flamingo ou uma raposa do que quaisquer bichos brasileiros (e não é por falta de bichos brasileiros!). Nós queríamos peças que ilustrassem esse Brasil, país tão maravilhoso pelo qual nos apaixonamos, e também peças modernas que não fossem tão sexualizadas, mas mais sim, unissex. Tínhamos muita fé na nossa ideia e quando começamos a contar desse projeto para novas pessoas, todo mundo se entusiasmou.

 

De um sonho no papel a uma honra de parceria: as estampas do J. Borges, mestre de xilogravura

Começamos a pesquisar sobre o algodão orgânico no Brasil, a cadeia de produção têxtil etc. e ao mesmo tempo, pensamos muito no design que queríamos para as nossas peças. Para nós era claro que devia ser unissex, com estampas alegres, modernas e coloridas, para quebrar também esse preconceito que o orgânico tem que ser bege e meio sem graça. Também era fundamental usar uma estética e desenhos que eram imediatamente associáveis a riqueza da natureza Brasileira.

frutas brasileiras - abacaxi e melancia
Frutas brasileiras – Abacaxi e melancia
beija flor azul
Beija-flor azul

Na época a gente trabalhava tanto da casa da Julie quanto de meu apartamento e foi lá que aconteceu a revelação. Eu sou fã do trabalho do artista pernambucano, mestre da xilogravura brasileira, J.Borges. Ele já foi premiado pela UNESCO e é considerado patrimônio vivo de Pernambuco, e conheci ele pouco tempo depois de ter chegado em São Paulo, graça a uma loja solidaria maravilhosa: o Ponto solidário em São Paulo, que junta peças de artesãs e comunidades do Brasil inteiro e vende elas a um preço justo. Nessa loja fantástica, associada a um pequeninho museu do Xingu com peças doadas pelos irmãos Vilas Boas, sempre tem uma boa seleção das últimas xilogravuras do J.Borges e comprei varias. Então estávamos lá, trabalhando na mesa quando pensei: seria ótimo ter estampas do artista J.Borges! Elas são sensacionais, coloridas, simples – no sentido de formas e complexidade das cores – e teria tudo a ver com o universo infantil. A Julie concordou totalmente comigo e foi assim que fomos construindo essa parceria com ele, o mestre da xilogravura brasileira. Alguns meses depois, quando fomos a conhecer os produtores de algodão orgânico da Paraíba, fomos visitar o J. Borges lá no ateliê memorial dele, na cidade onde ele cresceu, Bezerros. Hoje, podemos dizer com muito orgulho que todas as estampas das duas primeiras coleções da Timirim, sem exeção, são dele!

Ninon e J.Borges no Memorial - Bezerros, Pernambuco, 2016 - Timirim
Ninon e J.Borges gravando matrizes no Memorial – Bezerros, Pernambuco, 2016 – Timirim

J.Borges com a xilogravura Paisagem do sertao da colecao Timirim - Pernambuco 2016
J.Borges com a xilogravura Paisagem do sertao da coleção Timirim – Pernambuco 2016

 

A riqueza do artesanato pernambucano e a nossa descoberta da Paraíba

Agora, olhando para trás, essa história é muito engraçada. Eu e a Julie depois de apenas algumas semanas trabalhando no projeto, tínhamos avançado muito sobre as etapas de produção e os elementos a verificar para avançar com a Timirim. Isso implicava numa viagem para conhecer os produtores de algodão orgânico de Paraíba, que foram nossa primeira escolha como fornecedor de matéria prima (conheça essa história aqui), e também para conhecer pessoalmente o artista J. Borges lá perto, em Bezerros. Que sorte! O nosso artista morava muito perto da zona de produção do algodão orgânico que nós queríamos conhecer. Nos planejamos para ir para lá algumas semanas depois, para poder ver algumas etapas do cultivo do algodão orgânico, junto com a Coopnatural que nos ajudou a descobrir a região. Olhamos a nossa agenda e decidimos ir na segunda semana de junho. A reserva de um hotel em Campina Grande foi difícil, tinha poucas opções e pensamos “nossa têm poucos hotéis em Campina grande”, e chegamos lá, ingenuamente, no meio da celebração das festas juninas! Foi uma loucura, descobrimos que Caruaru e Campina Grande têm as duas maiores celebrações de festa junina do Brasil, quase mais importante que o Carnaval! E nós sem noção disso! Foi uma descoberta feliz e desfrutamos da riqueza do artesanato de lá, que além do J.borges tem o grande mestre Vitalino e suas esplendidas bonecas de barro.

festa Juninha de Campina Grande - Timirim - 2016
Julie e Ninon na festa Juninha de Campina Grande – Timirim – 2016

Filho do mestre Vitalino, mestre de figurinas de barro - Caruaru 2016 - Timirim
Ninon e Julie com o filho do mestre Vitalino, Severino Vitalino, mestre de figurinas de barro – Caruaru 2016 – Timirim

A técnica da xilogravura e o vínculo das matérias primas, da madeira à malha de algodão orgânico

Vale a pena explicar um pouco mais em detalhe a técnica de xilogravura. O mestre J. Borges pega uma placa de madeira macia (do tamanho da obra final) e a grava com várias ferramentas aguçadas de diversas formas e tamanho, de acordo com o desenho que ele quer fazer. Ele pensa num desenho e grava esse desenho ao contrário, como se fosse olhar num espelho. Ele também faz isso para as letras. Quando se fala “gravar desenho”, na verdade ele vai gravar todos os espaços vazios em torno do desenho, para deixar em relevo o desenho desejado, um pouco como na técnica fotográfica das provas negativas. Uma vez que a parte de gravação é terminada, essa matriz de madeira vai ser pintada cuidadosamente, cada elemento da cor desejada, e com a quantidade de tinta certa (o que faz parte do saber-fazer do artista) para sair linda e clara no papel. Para sair no papel a gravura passa por uma máquina que graças a força do braço, pressiona um cilindro pesado na matriz, contra o papel, para deixar o desenho imprimido. O resultado é um desenho lindo, no sentido direito!

Além da arte em que amamos muito e que tem tudo a ver com o mundo infantil para roupas de bebê, amamos muito a ideia de uma arte de matéria-prima conversando com a nossa matéria-prima, seja a madeira bruta dando um resultado lindo numa malha de algodão orgânico. Duas materiais naturais, biológicas com papeis muito diferente na nossa sociedade, e que se encontram no projeto da Timirim, para valorizar tanto uma quanto a outra, e ilustrar a riqueza da natureza brasileira com as melancias, abacaxis, beija-flores, bichos preguiças, palmeiras, paisagem do sertão para a primeira coleção e os elementos do ocenao para a segunda!

algodao pima orgânico peruano - Juanjui, Peru, 2016 - Timirim
Pluma de algodão pima orgânico peruano – Juanjui, Peru, 2016 – Timirim

Matriz de Madeira do artista J.Borges para a primeira coleção da Timirim - 2017
Matriz de Madeira do artista J.Borges para a primeira coleção da Timirim – 2017

 

Modelos inovadores trazidos da França, para facilitar a vida dos pais e melhorar o conforto dos bebês.

A questão da qualidade da malha, de algodão pima orgânico, totalmente hipoalérgica e muito macia, era essencial. Mas além disso, queríamos um conforto das peças com cortes pensados para liberar o movimento da criança e ajudar no desenvolvimento motor do bebê, para um enxoval não apenas sustentável e macio, mas também muito confortável e prático. Pensamos em todos os detalhes, dos moldes até o tipo de costura e o número de botões de pressão, para facilitar a vida dos pais e não incomodar o bebê. A ideia de não costurar etiquetas também veio dessa experiencia dos bebês ter uma pele muito delicada que se irrita facilmente, até mais nas zonas de fricção como o pescoço.

infografia diferenciais das peças da Timirim - algodao pima organico
Diferenciais das peças da Timirim – algodão pima orgânico

Todas nossas peças foram pensadas para não restringir a liberdade de movimento e de expressão do bebê. O nosso macaquinho short amplo, a nossa calça saruel sem costura, o body clássico com uma abertura extra extensível que permite passar tanto pela cabeça, quanto pelo bumbum do bebê etc. Para propor produtos ainda mais inovadores em termo de praticidade e conforto, trouxemos inovações da Europa e dos Estados Unidos. Essas inovações que mudam a vida dos pais e dos bebês para melhor são o body kimono com a abertura lateral (chamado de abertura “cache-coeur” ou “esconde o coração” na França, e o pijama troca-facil (chamado de “sleeping gown nos estados unidos).

Macaquinho short golfinhos, algodão pima orgânico - Timirim 2019
Macaquinho short golfinhos para bebê, algodão pima orgânico – Timirim 2019

Body classico abertura no colo, Baleias vermelhas - Algodao pima organico, Timirim 2019
Body classico abertura no colo, Baleias vermelhas – Algodão pima orgânico, Timirim 2019

calça saruel oceano - algodao pima organico - Timirim 2019
Calça saruel Oceano – algodão pima orgânico – Timirim 2019

O body kimono com a abertura lateral facilita no momento de vestir e tirar roupa do bebê.

O modelo que a gente chama de Body kimono é a nossa peça básica de enxoval prático e sustentável. Se chama de kimono porque abre pela frente, como um kimono. Têm duas camadas de tecido, para deixar a barriga do recém-nascido bem quentinha e confortável e não ter mais que passar a roupa pela cabeça do bebê! Sabe aquele momento de ansiedade extrema nos primeiros dias, semanas, meses de seu bebê? Quando vem a hora de trocar ou vestir esse corpinho tão frágil, tão delicado que nem segura o próprio pescoço? E você pensa: vou ter que passar esse body pela cabeça (ou com o nosso modelo com abertura extra extensível, pelo bumbum) e desenrolar no corpo inteiro de meu pequeninho? Tal como a ansiedade de dar os primeiros banhos, todos os pais passaram por esse momento, e a maioria dos bebês não gostam esse momento, por ser muito desconfortável para eles. Com o body kimono esse momento difícil simplesmente desaparece!

Bebe vestido de body kimono melancia - algodao pima organico - Timirim 2017 - Foto Karim Scharf
Bebê vestido de body kimono melancia – algodão pima orgânico – Timirim 2017

Essa peça fundamental de qualquer enxoval francês, que não se encontra facilmente nem no Brasil, nem nos Estados Unidos, permite deitar o bebê acima do body já aberto, e de fechar o body acima da barriga do bebê, sem nunca mexer com o corpinho ou perder o olhar de seu neném. Todas as mães e pais que já usaram só procuram esse modelo. E para quem quer oferecer um presente diferenciado para um nascimento, essa peça vai agradar toda a família nova, pode confiar 😊. A Julie, como minha irmã, meu irmão e todos meus amigos pais, apenas usaram esse modelo nos primeiros meses do bebê. Não fique com medo dos 4 botões de pressão a mais, no final, são muito menos choros e desconforto na sua frente ♥

Body kimono Estrelas do Mar - algodão pima orgânico e algodao naturalmente colorido organico - Timirim 2019
Body kimono Estrelas do Mar – algodão pima orgânico e algodão naturalmente colorido orgânico – Timirim 2019

Body kimono aberto Estrelas do Mar - algodão pima orgânico e algodao naturalmente colorido organico - Timirim 2019
Body kimono aberto Estrelas do Mar – algodão pima orgânico e algodão naturalmente colorido orgânico – Timirim 2019

O pijama troca fácil que deixa suas noites e as noites de seu bebê muito mais tranquilas!

O pijama troca-fácil é a grande inovação da Timirim aqui no Brasil, somos a única marca que fabrica e propõe esse produto. Até que tivemos que inventar o nome em português porque não existia. Essa inovação vem dos Estados Unidos e da Nova-Zelândia (lá se chama de sleeping gowns). O conceito é revolucionário para as noites dos bebês, das mães, dos pais e dos cuidadores. Essa peça se usa como você usaria um macacão pijama com as perninhas, só que em vez de ter duas pernas, ela apenas tem 4 botões de pressões na frente e fecha como um saquinho por baixo. Como se usa então? E porque vai facilitar minha vida?

Bebê vestido do pijama troca-fácil  abacaxis - algodao organico pima - Timirim 2017
Bebê vestido do pijama troca-fácil abacaxis – algodao organico pima – Timirim 2017

Você abre a peça na parte de frente para deitar seu bebê dentro do saquinho e enfiar os braços, você fecha o saquinho com o cordão (que está costurado sem risco nenhum de sair e sufocar seu bebê a noite). É na hora de trocar a fralda que a inovação faz toda diferença, em vez de ter que tirar as pernas do pijama, você apenas precisa abrir o cordão e trocar a fralda. Essa manipulação simples é muito mais rápida e nem acorda o bebê! Ou seja, ganha-se muito tempo e conforto no meio da noite quando tem que trocar a fralda várias vezes. Junto com seu bebê você também vai ganhar qualidade de sono com menos tempo necessário à noite. É de lá que nasceu o nome de pijama troca-fácil que já convenceu várias famílias brasileiras.

Pijama troca-fácil  passaros aberto- algodao organico pima - Timirim 2017
Pijama troca-fácil passaros aberto- algodão orgânico pima – Timirim 2017

Pijama troca-fácil  passaros fechado- algodao organico pima - Timirim 2017
Pijama troca-fácil passaros fechado- algodão orgânico pima – Timirim 2017

Bonus: a manta swaddle de algodão para fazer seu bebê recém-nascido dormir de burrito ♥

A nossa manta de algodão não é inovadora em si apesar de ser 100% de algodão pima orgânico, hipoalérgica e tão macio de um lado quanto do outro, de tecido suedine dupla. As mantas swaddle servem para tudo: para colocar no chão, não deixar seu bebê diretamente em contato com a área, proteger do sol, esquentar o corpinho, limpar ranho, leite ou regurgitações etc. Mas tem um uso muito mais antigo e ao mesmo tempo moderno que pode ajudar a salvar seu sono, e o sono de seu bebê: têm como usar as mantas de algodão para embrulhar seu recém-nascido como um pequeno burrito!

bebe embrulhado de burrito em uma manta de algodao organico pima - Timirim 2017
Bebê embrulhado de burrito em uma manta de algodão pima orgânico – Timirim 2017

A ideia que foi uma prática ancestral usada séculos atrás é de acalmar o bebê segurando-o certinho envolvido numa manta (que tem que ser de fibra natural para deixar a pele do bebê respirar), reproduzindo a sensação do útero materno. O pediatra americano Harvey Karp popularizou muito essa técnica. Funciona muito bem com os recém-nascidos de poucos dias a alguns meses! Essa sensação acalma o bebê e o ajuda a dormir. Permite também evitar os movimentos não controlados dos braços do bebê que podem acordar ele (reflexo de Moro). Mas é sempre melhor deixar os braços e as mãos perto da cabeça e as pernas e os quadris têm que ficar mais livres, igual a posição in útero.

Cuidado que essa técnica funciona muito bem para melhorar a qualidade do sono dos recém-nascidos, mas tem que ser usada apenas nos momentos de sono mesmo. O bebê precisa de toda a liberdade de seus movimentos durante os momentos acordados para se desenvolver da melhor forma. Também não usar um cobertor grosso que não fosse de fibra natural que poderia levar o bebê a esquentar demais. Se o tempo for quente, apenas use um body fininho abaixo e não um pijama.

Conclusão: além dos produtos de puericultura, as roupas de bebês também são importantes para a qualidade de vida e o sono de toda a família!

Nós tentamos sempre melhorar os impactos positivos que o enxoval sustentável da Timirim pode trazer não apenas para os bebês, mas também para a qualidade de vida da família em geral: as mães, os pais, as vovós, todo mundo! Estamos sempre muito afim de conhecer novos produtos ou técnicas para ajudar no dia-dia com recém-nascidos, então por favor, se você conhecer um ou uma, pode comentar aqui abaixo para ver se a gente consegue desenvolver essa solução no Brasil ♥

 

Abraço verde,

Ninon

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *