Porque o saco de dormir tem que fazer parte de seu enxoval

e acompanhar todas as noites do seu bebê!

 

bebê com saco de dormir deitado

 

Aqui no Brasil ainda é raro encontrar famílias que usam saco de dormir para bebês a noite, enquanto na França é proibido o uso de cobertor para eles! Nesse post, vou explicar as vantagens do saco de dormir, como escolher o melhor modelo para o seu bebê e como utilizá-lo da melhor forma na rotina do sono.

Mas antes devo confessar que moro em São Paulo há 6 anos, mas continuo sendo bem francesa. Minhas referências de enxoval de bebê eram francesas, e quando decidi montar a Timirim com a minha sócia, foi também para poder trazer para o Brasil algumas peças essenciais que não encontrávamos aqui. O saco de dormir faz parte dessas peças. Lá, todo mundo usa apenas saco de dormir para bebês, do nascimento até pelo menos 18 meses. Mas por que isso?

 

  1. O saco de dormir deixa o bebê aquecido a noite inteira sem risco de se descobrir
  2. O saco de dormir deixa o bebê na temperatura certa, preservando a saúde dele
  3. Como evitar a Síndrome da Morte Súbita do Lactente (SMSL)
  4. Os sacos de dormir são recomendados pelas associações de pediatras no mundo inteiro
  5. O saco de dormir evita que o bebê acorde por desconforto térmico e faz parte da rotina do sono! Assim preserva tanto o sono da criança quanto o sono dos pais
  6. Como escolher o saco de dormir certo para o seu bebê?
  7. E o tamanho certo do saco de dormir, qual é?
  8. Detalhes práticos a serem analisados no momento de escolher o saco de dormir do seu bebê
  9. Como vestir o seu filho dentro do saco de dormir?
  10. Conclusão: além do macacão pijama e saco de dormir, o que mais o meu bebê precisa na cama?

 

O saco de dormir deixa o bebê aquecido a noite inteira sem risco de se descobrir

O saco de dormir é uma peça essencial do enxoval do bebê, do nascimento até pelo menos os 18 meses, e pode ser usado até os 3 anos da criança. Ele mantém o bebê aquecido da forma certa a noite inteira. Por se prender aos ombros dele, o saco de dormir faz com que o bebê possa se mexer livremente, e ao mesmo tempo, garante o aquecimento homogêneo e adaptado do corpo do recém-nascido.

Isso é importante, porque os bebês não regulam a temperatura da mesma forma que os adultos, e essa questão da regulação térmica é essencial, não apenas para o conforto da criança, mas também para a própria segurança. O risco de um bebê esfriar ou esquentar demais é muito perigoso e no caso mais extremo pode resultar em morte, de forma muito mais rápida do que para uma pessoa adulta, que tem maior controle da manutenção da temperatura corporal. Por causa dessa especificidade dos bebês, é muito importante se atentar a temperatura do ambiente e a forma como estarão agasalhados.

 

O saco de dormir deixa o bebê na temperatura certa, preservando a saúde dele

O saco de dormir permite um controle da temperatura do corpo do bebê, de acordo com a temperatura do quarto e a previsão de variação do clima a noite. As aberturas nos ombros deixam o ar circular, o que melhora o conforto térmico. Ou seja, os sacos de dormir não devem ter braços porque isso esquentaria demais os bebês, com um risco elevado da temperatura aumentar sem uma boa regulação térmica, fazendo com que o bebê passe por um calor excessivo, que pode ter consequências graves, como o aumento do risco do bebê sofrer da síndrome da morte súbita do recém-nascido ou Síndrome da Morte Súbita do Lactente (SMSL) - que é quando a criança morre durante o sono, sem nenhuma razão aparente, vamos explicar mais sobre a SMSL abaixo.

Os sacos de dormir também não tem braços para poder permitir que a criança que já sabe rolar possa mexer livremente os braços dela, para se movimentar e não ficar presa numa posição desconfortável ou perigosa.

 

saco de dormir bebê

 

Como evitar a Síndrome da Morte Súbita do Lactente (SMSL)

A síndrome da morte súbita infantil, do recém-nascido ou Síndrome da morte Súbita do Lactente (SMSL) é a principal causa de morte de bebês com até 1 ano de vida (Sudden Infant Death Syndrome - SIDS em inglês). São óbitos repentinos, sem causa aparente, de bebês saudáveis. Os motivos médicos por trás dessa síndrome continuam desconhecidos, mas ao longo dos anos, os especialistas, pediatras, médicos e pesquisadores conseguiram identificar fatores de risco ambiental que aumentam as chances dessa síndrome acontecer. Colocar o bebê para dormir com cobertores macios, travesseiros e protetores de berço são exemplos de hábitos que devem ser parados para a segurança da criança, evitando a asfixia.

Estatisticamente a síndrome acontece mais durante o inverno. Não porque a criança passa frio, mas justamente ao contrário, porque os pais têm esse medo do bebê passar frio e a tendência é de exagerar as camadas de roupas e cobertores, que além de aumentar o risco da síndrome por causa da elevação exagerada da temperatura corporal da criança (que não regula a própria temperatura de forma madura ainda), aumenta o acontecimento da SMSL por causa do risco de asfixia dos bebês cobrindo o nariz e a boca com os cobertores e elementos presentes na cama.

O saco de dormir é a solução recomendada por profissionais para aquecer seu bebê sem correr o risco dele se asfixiar. Além disso, é sempre recomendado colocar seu bebê para dormir de barriga para cima. O saco de dormir deixa as pernas de seu bebê livre para se mexer, mas ele também ajuda a manter os bebês recém-nascidos na posição que você os deitou. A forma do saco faz com que, os bebês menores que ainda não se mexem muito, continuem de barriga para cima a noite inteira.

 

Os sacos de dormir são recomendados pelas associações de pediatras no mundo inteiro

Por causa de todos os benefícios mencionados acima, a solução de saco de dormir é recomendada pelas associações de pediatras na maioria dos países. Na Europa, todos os países desaconselham o uso de cobertores para bebês, optando pela solução do saco de dormir, conhecida como a mais segura.

Nos Estados Unidos, todo ano 3500 bebês morrem enquanto estão dormindo, parte deles por causa da SMSL. Lá também os pediatras avisam sobre o risco de excesso de aquecimento e recomendam não usar cobertores e nada de macio que poderia cobrir o nariz e/ou boca do bebê enquanto ele dorme.

Claro que o assunto também é discutido pelos pediatras brasileiros, que recomendam preferir sacos de dormir (“cobertores de vestir”) ao uso de lençóis, mantas e cobertores.

 

O saco de dormir evita que o bebê acorde por desconforto térmico e faz parte da rotina do sono! Assim preserva tanto o sono da criança quanto o sono dos pais

As informações do perigo para a vida do seu bebê são essenciais, mas também não devem te impedir de curtir uma maternidade/parentalidade sem ansiedade. O saco de dormir também beneficia a qualidade de sono do seu bebê por manter uma temperatura agradável para ele, sem risco de se descobrir, mas ainda com liberdade para mexer as pernas livremente, e com o conforto de se sentir aconchegado dentro do saco, o que ajuda a acalmar e relaxar os bebês. Essa sensação de se sentir delicadamente “preso” é agradável para o recém-nascido, que acabou de passar 9 meses na barriga da mãe.

Sempre se fala da famosa rotina do sono, para ajudar os bebês a dormir melhor. Isso significa que os bebês gostam de rotina, e a repetição no dia a dia os ajuda a ajustar os ciclos de dia e noite, da hora para acordar e a hora para dormir. Manter um ritual na hora de colocar seu bebê para dormir, tanto para a soneca, quanto para a noite, ajuda muito o recém-nascido a dormir mais tranquilo e por mais horas!

Aqui a rotina de sono que funciona super bem com o nosso filho é a seguinte: Com ele já trocado com pijama, baixamos a luminosidade na sala, desligamos o rádio (não temos TV, mas seria desligar a TV também) e passamos a fazer uma atividade mais calma com ele: brincar de cubos, de puzzle etc. Evitamos brincar de esconde-esconde ou de cócegas, porque deixam ele muito animado. Ele bebe a mamadeira, colocamos o saco de dormir nele, nos sentamos no sofá e fazemos a leitura de um livro. Nesse ponto, ele já está chupando o dedo e geralmente apenas um livro é suficiente para ele bocejar, as vezes são dois. Nós o levamos no colo para o quarto para deitar ele na cama, cantamos uma música e ele já dorme. Essa etapa do saco de dormir faz parte da rotina, porque ele associa essa roupa especificamente a hora da cama.

Assim o bebê dorme melhor e os pais também! E não existe nada de mais precioso que o sono em paz do seu pequeno <3

 

Como escolher o saco de dormir certo para o seu bebê?

O bebê não regula a própria temperatura de forma madura, então é muito importante deixar ele vestido da forma certa para assegurar o conforto térmico dele e ajudá-lo a passar uma noite longa e serena.

 

Escolha o saco de dormir do seu bebê de acordo com a temperatura do quarto

Como pais, não devemos ficar com medo dos nossos filhos sentirem muito mais frio do que nós não. Geralmente o máximo recomendado é de pensar apenas uma camada a mais do que a gente está usando.

Sendo assim, temos que escolher a roupa do bebê e o saco de dormir de acordo com a estação e a temperatura ambiente. Além da estação, o importante realmente é a situação térmica do quarto do bebê. Quando eu reclamo do frio aqui em São Paulo, as pessoas me falam “mas você é francesa! O tempo está muito mais frio lá do que aqui!” Claro que a temperatura exterior de lá é bem mais fria, mas o isolamento térmico dos apartamentos e escritórios também é bem melhor do que aqui. Por causa disso, lá em um espaço fechado, você nunca passa por um ambiente abaixo de 18 graus. Aqui, quando faz 7 graus a noite, já chegou a medir 13 graus no meu quarto!! Tudo isso para dizer que o importante é a temperatura percebida no quarto do seu bebê.

O ideal para um recém-nascido dormir bem a noite é uma temperatura entre 18 e 22 graus, sem o ar ser seco ou úmido demais. Uma umidade elevada aumenta a sensação de frio e tem que ser considerada na avaliação da roupa certa. Mas cuidado também, porque o ar seco do ar-condicionado ou dos aquecedores também não é bom para a respiração dos bebês. Assim, quando as temperaturas não são extremas, o ideal é ajustar a temperatura de seu bebê com a roupa e o saco de dormir que ele vai vestir para dormir!

Veja aqui, as recomendações, de acordo com os modelos de saco de dormir de verão e de inverno da Timirim. Nessa lista, o valor da temperatura baixa é a temperatura mínima da noite (geralmente em torno das 4-5 da manhã) e a temperatura mais alta é a temperatura de quando você coloca seu bebê para dormir no início da noite. Durante as noites mais frias, evite o quanto possível as correntes de ar no quarto do seu bebê.

  • Acima de 28 graus: apenas fralda
  • De 26 para 28 graus: Um body manga curta de algodão
  • De 24 para 26 graus: Um saco de dormir de verão da Timirim com um body de manga longa de algodão
  • De 20 para 24 graus: Um saco de dormir de verão da Timirim com um macacão pijama completo de verão de algodão.
  • De 16 para 20 graus: Um saco de dormir de inverno da Timirim com um macacão pijama completo de algodão. Se, por causa da umidade, a sensação for muito fria, pode acrescentar um body embaixo do pijama.
  • Abaixo de 16 graus: Essa temperatura deveria ser excepcional no quarto de seu bebê!! Um saco de dormir de inverno da Timirim com um macacão pijama completo de inverno e um body de manga longa embaixo

 

como vestir o bebê para dormir

 

O bebê está com as mãos frias? Isso não é sinal de que está com frio!

Isso é uma das primeiras coisas que aprendi quando me tornei mãe. Da minha pediatra e depois de outras, ouvi a mesma coisa que para avaliar o conforto térmico do seu bebê, se passa um dedo no colo para sentir a barriga ou nas costas. O seu bebê frequentemente pode ter as mãos e pés frios, sem isso significar que ele está com frio e que você deve acrescentar mais roupa nele.

Como regra geral, lembre-se que os bebês de poucos meses têm os pés e as mãos mais frios do que o resto do corpo. O sistema de termorregulação do recém-nascido ainda não é suficientemente maduro. A temperatura de referência, para saber se o bebê está com frio ou não, é a do tronco e da cabeça, onde se encontram os órgãos vitais.

 

“Mãos e pés frios não significam sempre que a criança está mal agasalhada, pois o bebê costuma ter as extremidades mais frias mesmo”, explica a neonatologista Clery Bernardi Gallacci, do Hospital e Maternidade Santa Joana (SP)

 

E o tamanho certo do saco de dormir, qual é?

O saco de dormir do seu bebê deve ser ajustado para que ele não possa se perder dentro e nem consiga passar as alças por cima da cabeça. A parte de baixo deve permitir que ele mexa as pernas livremente com conforto. Normalmente, a numeração dos sacos de dormir é baseada pela idade dos bebês, o que torna mais fácil escolher o tamanho certo do saco de dormir para o bebê. No nosso caso, temos dois tamanhos: de 0 a 6 meses (com 66cm de comprimento) e de 6 a 18 meses (com 80cm de comprimento).

O nosso saco de dormir de verão, com uma camada de tecido, é mais flexível, e para ajustá-lo melhor ao seu bebê, colocamos botões de pressão na abertura dos ombros, para os primeiros meses de uso.

Já o modelo de inverno, que é dupla face com enchimento, não é tão flexível e não necessita desse ajuste nas aberturas para segurar o bebê.

 

Qual deve ser o material do saco de dormir de seu recém-nascido?

O material do saco de dormir é importante. Tal como o material da roupa para dormir que você usa com seu recém-nascido, fibras naturais são recomendadas por deixar a pele respirar e permitir uma melhor regulação térmica do bebê. Na Timirim, usamos apenas algodão pima orgânico, que além de deixar a pele do bebê respirar, é totalmente hipoalergênico, e muito macio, aspectos importantes quando se considera que a noite de um bebê é de 12 horas.

Essa recomendação também se aplica aos lençóis que você escolhe para a cama do seu bebê.

 

Detalhes práticos a serem analisados no momento de escolher o saco de dormir do seu bebê

Sacos de dormir com zíper são mais fáceis para vestir e para trocar fralda a noite se for necessário. Se você deita a criança dormindo depois de mamar existe duas opções, ou vestir o saco de dormir antes, ou deixar o saco de dormir aberto na cama, deitar a criança e fechar o zíper na criança dormindo.

Evite sacos de dormir com botões costurados na parte de cima, porque o bebê em fase de dentição pode engolir os botões se tem a mania de morder.

Não escolha sacos de dormir com mangas, pois eles impedem a circulação do ar e a regulação térmica do bebê, aumentando o risco da SMSL. O fato de não ter braço também é para deixar o bebê livre para usar os braços. Quando ele começa a mexer mais, é importante que ele possa ajustar sua posição sem correr o risco de ficar preso numa posição desconfortável ou perigosa.

Os sacos de dormir de inverno da Timirim vem em dupla-face para o dobro de brincadeira com o estilo que você quer para a noite do seu filho 😉

 

Como vestir o seu filho dentro do saco de dormir?

Esse assunto das melhores roupas de noite, já tratamos nesse post de blog. O melhor sempre é escolher fibras naturais que deixam a pele do bebê respirar (algodão, bambu, lã). Evitar ao máximo os tecidos sintéticos que não deixam a pele do bebê respirar, esquentam muito e fazem ele suar sem poder regular bem a própria temperatura. As melhores roupas para o bebê dormir são o macacão pijama completo (com pernas e manga cumprida, com ou sem pezinhos) ou o body de manga curta ou longa. Se for muito frio pode adicionar um body embaixo do macacão pijama.

Para os bebês de até 2 anos, evite a combinação de pijamas em duas partes com a calça separada e uma camiseta. A camiseta vai ter a tendência de subir e deixar a barriga descoberta, e o tronco do bebê é a parte mais importante de se aquecer; assim como o elástico da calça pode gerar um desconforto apertando a barriga a noite inteira.  Prefira body ou macacão pijama de uma peça só, porque deixam a barriga coberta e livre.

 

Conclusão: além do macacão pijama e saco de dormir, o que mais o meu bebê precisa na cama?

Ele não de precisa de mais nada! Na verdade, além do macacão e do saco de dormir, são recomendados lençóis de algodão orgânico e um colchão firme adaptados para bebês, mas fora isso, ele não precisa de nada. Cobertor, almofadas, decoração de cama não devem ser usados com bebês até pelo menos os 18 meses para diminuir o risco da SMSL. Não se preocupe, pois seu bebê estará confortável mesmo assim.

Estou grávida do meu segundo filho e, igual ao primeiro, ele vai dormir apenas de saco de dormir, de pijama ou body e sem nada a mais! <3

Conheça nossos modelos de saco de dormir para bebê aqui.

Abraço verde,

Ninon

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *